Senador aplica "corretivo" contundente em Renan e Randolfe

Em um debate em que estava presente o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na Comissão Temporária do Senado Federal para enfrentamento da pandemia, o senador Espiridião Amin saiu em defesa do ministro, salientando a maneira como os depoimentos na CPI vem sendo conduzidos:

Esperidião salientou:

“Quero registrar explicitamente a minha solidariedade, o meu apoio e o meu aplauso à conduta do Ministro Marcelo Queiroga. Creio que a história, Senador Marcos do Val, vai classificar esse pecado de submeter um Ministro da Saúde em pleno exercício da sua missão à condição de investigado…

Isso vai ser classificado não por mim, que não tenho autoridade para isso, mas vai ser classificado pela história como quinta-colunismo”, declarou Amin, sobre o anúncio feito pelo relator da CPI, Renan Calheiros, de que o ministro passaria a constar oficialmente como ‘investigado’.

Já o ministro Queiroga, ao se pronunciar, deixou claro que seu foco é o enfrentamento da pandemia, sem se importar com as ameaças de Renan Calheiros:

“Eu vou me dedicar ao máximo, como tenho feito, para superar essa crise sanitária e para cumprir a missão que eu recebi do presidente da república.

Nunca pensei que fosse fácil, sei que é difícil, e sei que tenho que enfrentar os percalços que existem nesse caminho. Eu estou absolutamente tranquilo.

E vamos em frente que sairemos vitoriosos contra o nosso único inimigo, que é o vírus”, declarou Queiroga.

Confira:

Em tempos de “censura”, precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido… Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Redação

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *