Por que o coronavírus se espalhou tão rápido no Brasil? Estudo explica

Por que o coronavírus se espalhou tão rápido no Brasil? Pois é justamente isso que um novo estudo científico tenta explicar. Segundo os pesquisadores, o vírus se disseminou livremente nas cinco regiões, e durante o estágio inicial da epidemia, os casos de COVID-19 começaram a crescer rapidamente nas capitais dos principais aeroportos internacionais.

O estudo cita que nas primeiras três semanas, só a cidade de São Paulo foi responsável pela disseminação de mais de 85% dos casos que se espalharam pelo Brasil. Os pesquisadores mencionam ainda que, ao adicionar 16 outras cidades em expansão, contabilizaram 98-99% dos casos notificados durante os primeiros três meses da pandemia no Brasil.

As cidades descritas no estudo são Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Fortaleza, Recife, São Luís, João Pessoa, Manaus, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Goiânia, Cuiabá e Campo Grande.

Além disso, o estudo afirma que 26 rodovias federais foram responsáveis por cerca de 30% da propagação de casos, o que é atribuído como o principal mecanismo através do qual os primeiros casos chegaram a todas as cidades brasileiras.

A terceira razão pela qual a COVID-19 se espalhou no Brasil seria o “efeito bumerangue”, causado pelo fluxo de pessoas que buscaram tratamento de centros menores para metrópoles por conta da má distribuição leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva), concentrados nas capitais e grandes cidades dos estados.

O estudo completo pode ser acessado na revista Nature.

Informações extraídas do site CanalTech
https://canaltech.com.br/saude/por-que-o-coronavirus-se-espalhou-tao-rapido-no-brasil-estudo-explica-187748/
Autor: Nathan Vieira

Nathan Vieira

Nathan Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *