Missão europeia EnVision estudará Vênus e será lançada na década de 2030

Vênus, o “planeta infernal”, receberá mais uma missão: nesta quinta-feira (10), a Agência Espacial Europeia anunciou a seleção da missão EnVision, que deverá ajudar os astrônomos a entender o que aconteceu para este nosso vizinho e a Terra evoluírem de forma tão diferente. Para isso, a missão proporcionará uma visão ampla do planeta, com dados que vão desde seu interior até a atmosfera superior. A agência estima que o lançamento deverá acontecer no início da década de 2030.

Uma das maiores perguntas da ciência planetária é o que fez com que Vênus passasse por uma mudança climática tão intensa, mesmo tendo tamanho e composição parecidos com a Terra. Assim, a missão poderá ajudar a responder esta e outras perguntas relacionadas ao planeta e suas características: “uma nova era na exploração do nosso vizinho mais próximo no Sistema Solar, mas muito diferente, está à nossa espera”, disse Günther Hasinger, diretor de ciência na ESA.

A janela de lançamento mais próxima para a missão será em 2031, mas também há oportunidades em 2032 e 2033. A espaçonave deve levar 15 meses para chegar ao planeta, outros 16 para entrar em sua órbita e, se tudo correr bem, a EnVision irá realizar uma órbita de 92 minutos em torno de Vênus, numa altitude entre 220 km e 540 km. Para descobrir mais sobre sua evolução, se Vênus é geologicamente ativo, se já teve oceanos líquidos e até o que sua situação atual nos diz sobre o destino da Terra, entre outros objetivos, a EnVision terá diversos instrumentos a bordo.

Um deles é um sonar, que revelará as camadas do subsolo, junto de espectrômetros que vão estudar a atmosfera e superfície em busca de mudanças que, talvez, tenham relação com atividade vulcânica. Haverá também um radar fornecido pela NASA que produzirá imagens da superfície do planeta. Por fim, um experimento de radiociência examinará a estrutura interna do planeta e seu campo gravitacional, investigando também a estrutura e composição da atmosfera. Estes instrumentos vão trabalhar juntos para caracterizar as interações do interior do planeta à superfície e sua atmosfera, fornecendo uma visão geral de Vênus e dos processos que ocorrem por lá.

Junto das futuras missões DAVINCI+ e VERITAS, da NASA, a europeia EnVision irá compor um trio de grande potencial, que poderá realizar o estudo mais amplo e completo já feito deste nosso vizinho. Agora, o próximo passo é a missão seguir para a fase de definição, para que o design da sonda e de seus instrumentos seja finalizado. Depois, uma empresa do setor industrial da Europa será escolhida para construir e testar a EnVision antes do lançamento, que será feito com um foguete Ariane 6.

Fonte: ESA

Informações extraídas do site CanalTech
https://canaltech.com.br/espaco/missao-europeia-envision-estudara-venus-e-sera-lancada-na-decada-de-2030-186944/
Autor: Danielle Cassita

Danielle Cassita

Danielle Cassita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *