EUA não devem atingir meta de vacinação contra COVID no dia 4 de julho

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, trabalha em uma meta ambiciosa contra a COVID-19. A ideia é aplicar pelo menos uma dose de alguma vacina contra o coronavírus SARS-CoV-2 em 70% de todos os adultos do país até o dia 4 de julho, quando se comemora o Dia da Independência norte-americana. No entanto, pode ser difícil alcançar a meta, porque a procura pelos imunizantes caiu.

A tendência da aplicação de novas doses das vacinas contra a COVID-19 está em queda nos EUA e, ao que parece, deve continuar nesse ritmo, pelo menos entre os adultos. Só que essa velocidade compromete, diretamente, os planos de alcançar 70% da população em menos de três semanas. Atualmente, cerca de 63,7% dos adultos já receberam aplicação de algum imunizante contra a COVID-19 no país.

Na segunda-feira (14), a média diária de aplicação de doses de vacinas contra a COVID-19 era inferior a 1 milhão, comparando os últimos sete dias no país. Esta média não é tão baixa desde 22 de janeiro, quando a baixa disponibilidade de doses impedia o amplo acesso aos imunizantes. Em comparação, no meio do mês de abril, a média atingiu um pico de quase 3,4 milhões de doses por dia, incluindo um recorde de mais de 4,6 milhões de doses aplicadas em um único dia.

Mesmo neste momento de queda nas aplicações diárias, parte do volume atual é representada pelos jovens do país, mais especificamente adolescentes de 12 a 17 anos, que se tornaram elegíveis para a vacinação no mês passado.

No entanto, a adesão aos imunizantes não é igual em todo o país e alguns estados já bateram a meta, como Nova Iorque. Após aplicar doses em 70% da população, o governo local já anunciou, na terça-feira (15), que suspenderá a maioria das restrições para evitar a transmissão da COVID-19.

O governador Andrew Cuomo afirmou: “Podemos voltar a viver. As empresas podem abrir, porque os mandatos estaduais se foram, as restrições de convivência, as restrições de capacidade, os exames de saúde, os protocolos de limpeza e desinfecção”. E completou: “Lembre-se do dia 15 de junho. Lembre-se de hoje, porque é o dia em que Nova Iorque ressuscitou”.

Fonte: ARS Technica e CNBC   

Informações extraídas do site CanalTech
https://canaltech.com.br/saude/eua-nao-devem-atingir-meta-de-vacinacao-contra-covid-no-dia-4-de-julho-187583/
Autor: Fidel Forato

Fidel Forato

Fidel Forato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *