Decisão de Rosa Weber reforça opinião de Rezek: "O problema da atual composição do STF é excesso de autoritarismo e falta de leitura"

É inacreditável!

Os sigilos telefônico, bancário, fiscal etc, servem para proteger a privacidade e a intimidade dos cidadãos.

As quebras desses sigilos são medidas excepcionais, justificadas pela legislação quando necessárias para apuração de CRIMES (por exemplo: corrupção, lavagem de dinheiro, peculato, tráfico de drogas etc).

A ministra Rosa Weber autorizou a quebra de sigilo fiscal e bancário de MÉDICOS que defendem o tratamento precoce; sem sequer tentar disfarçar, a ministra apresenta, como justificativa para medida tão excepcional, simplesmente a OPINIÃO MÉDICA que esses profissionais defendem e manifestam.

Essa senhora acaba, portanto, de “criar” o “crime de manifestação de opinião médica”.

Mais uma vez se confirma o acerto das palavras do grande jurista Ives Gandra Martins, quando em recente entrevista disse que o STF se tornou atualmente a maior fonte de instabilidade jurídica e o maior partido de oposição do Brasil.

Reforçando as palavras de Gandra, o ministro da Corte Internacional de Justiça e ele próprio ex-ministro do STF, Francisco Rezek, foi direto: o problema da atual composição do STF é excesso de autoritarismo e falta de leitura.

Por falar em falta de leitura, não foi essa ministra que, na posse de Bolsonaro, deu a ele um exemplar da Constituição Federal?

Dizem que era o último disponível no Supremo…

Marcelo Rocha Monteiro. Procurador de Justiça no Estado do Rio de Janeiro.

Em tempos de “censura“, precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido… Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Jornal Da Cidade

Jornal Da Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *