A casa caiu: Reportagens relembram negócios escusos de Luis Miranda, que pode até ser cassado por fraude

Em um post no Twitter, o jornalista Rodrigo Constantino publicou o link de uma reportagem do jornal Correio Braziliense, de setembro de 2019, sobre negócios ‘escusos’ do deputado Luis Miranda (DEM-DF), no período em que morava nos Estados Unidos, antes de voltar ao Brasil e se eleger à câmara federal, na esteira da campanha que levou Jair Bolsonaro à presidência da República.

Segundo a notícia, Miranda (DEM-DF) é acusado de praticar golpes em vendas de cursos e supostos investimentos. O Correio narra fatos apresentados em reportagem do programa Fantástico, que ouviu 25 pessoas que se dizem vítimas de promessas não cumpridas e retornos financeiros que não se concretizaram.

Duas se identificaram. Sandro Silveira, que diz ter investido R$ 150 mil e comprado um curso em parcelas de R$ 1,2 mil, em que Luis Miranda prestaria consultorias e ensinaria a entrar no país norte-americano de madeira legal, adquirindo mesmo o ‘green card’ (permissão para morar e trabalhar no local). Segundo a reportagem, Miranda vendeu mais de 8 mil cursos, chamado Os Segredos da América.

Francisco Martins, que diz ser ex-funcionário, relata que o deputado também trabalhou com compra e venda de veículos em leilões, com promessa de lucro líquido de 6% e a divisão igual entre ele e o investidor. Segundo Martins, o retorno prometido não foi cumprido e Luis Miranda teria apresentado documentos com dados fraudados, causando prejuízos até a amigos e familiares.

Na reportagem do Fantástico, não há o depoimento ou a defesa de Luis Miranda, mas são mostradas diversas trocas de mensagens entre ele e os citados, com pedidos de ajuda de Sandro Silveira, que estaria sem dinheiro após perdas nos investimentos que não deram certo, e ainda a trocas de acusações, com vazamentos na internet que, supostamente, teriam prejudicado os negócios do deputado à época.

Segundo Miranda, um grupo articulado nas redes sociais o estaria difamando e mesmo extorquindo. Entre eles, Mauro Cavanha Conceição e Daniel Luís Mogendorff, este último filmado pelo parlamentar em momento que exigiria R$ 760 mil para parar os ataques e evitar ainda que a reportagem do Fantástico fosse levada o ar.

Mas uma outra reportagem também do Correio Braziliense, de abril de 2020, noticiou que Daniel Luis Mogendorff e Mauro Cavanha Conceição foram absolvidos das acusações feitas por Luis Miranda, pela 6a Vara Criminal de Brasília. Por falta de comprovação de infração penal, de materialidade e de provas sobre o constrangimento do deputado.

A reportagem do Fantástico mostra ainda outros negócios em que Miranda teria enganado diversos investidores, como em uma clínica de estética fundada por ele e transformada em franquia, a Fitcorpus, pela qual responde a 26 processos por golpes que chegariam, em alguns casos a cerca de 200 mil reais.

Em resposta ao Correio, o parlamentar sustentou que tudo está sendo pago em seu devido tempo, rechaçando a possibilidade de ter dado calote nos clientes.

O fato é que o deputado Luis Miranda “saiu na chuva e agora vai ter que se molhar”, enfrentando investigações da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União, correndo o risco real de perder o mandato e ter que responder a processos criminais sem a proteção do foro privilegiado.

Confira a reportagem do Correio:

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/09/09/interna_politica,781456/deputado-luis-miranda-e-acusado-de-golpes-a-clientes-aponta-fantasti.shtml

Veja também a reportagem do Fantástico sobre Luis Miranda. CLIQUE ANTES QUE GLOBO TIRE DO AR:

https://globoplay.globo.com/v/7906971/

Em tempos de “censura”, precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário, cartão de crédito ou PIX.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido… Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Correio Braziliense / Rede Globo

Redação

Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *